Proteção da Produção

A abundância de água é uma das principais limitações ambientais de produção de safras pelo mundo. A seca impede o cultivo em mais de 40% da superfície terrestre. Tal fato representa uma séria ameaça à produção da agricultura global e ao suprimento de alimentos. Com o objetivo de minimizar os danos à produção e melhorar a eficiência na produção de alimentos mesmo na seca, estamos desenvolvendo estratégias construtivas para lidar com esse estresse.

Segundo a United Nations Food and Agriculture Organization (FAO), mais de 10% das terras irrigadas ao redor do mundo foram prejudicadas pelo acúmulo de sal. A salinidade, inibindo o crescimento e produção das safras, é algo grave e aumenta consideravelmente os limites da produção agrícola. Além disso, práticas indevidas contínuas aumentam esse problema.

Sal e tolerância à seca em plantas são tidas como características quantitativas, envolvendo múltiplos genes, e ações para melhorar suas propriedades requerem abordagens criativas, envolvendo engenharia molecular, bem como reprodução. A FuturaGene continua a enfrentar esses desafios se valendo de nossas capacidades internas e do nosso conhecimento adquirido de atividades e parcerias ao redor do mundo.

Doenças e pestes constituem o maior perigo à manutenção da produção de plantas. A mobilidade global e as mudanças climáticas causaram alterações significativas no perfil ameaçador, tendo em vista as safras em regiões que ainda não foram afetadas. Os esforços da FuturaGene nesta área são focados nas ameaças que nossas safras estratégicas estão sofrendo. Nossas ações de proteção envolvem descobertas proprietárias exclusivas, colaborações com universidades e instituições de pesquisa, obtidas por meio de uma cuidadosa seleção de germoplasmas e abordagens na reprodução.